Saiba como funciona o frete no e-commerce e a sua importância para a satisfação e fidelização dos seus clientes.

Um dos pontos mais importantes de sua loja é conhecer o frete no e-commerce, pois faz parte da experiência de compra do cliente em sua loja. Após realizar uma compra, qualquer cliente espera receber o seu pedido o mais rápido possível, isso porque é comum sentir insegurança em compras via Internet, principalmente em lojas em que não está acostumado.

A demora na entrega resulta em problemas desnecessários entre sua loja e clientes, aumentando a desconfiança na marca de sua empresa. Então, todo lojista deve estar atento à agilidade de seu processo interno de preparo do pedido e também às empresas que realizam a entrega ao cliente.

Segundo o Relatório Webshoppers 2016, o que mais deixa o consumidor desconfortável no ato de compra via Internet é o frete alto, e também a demora no recebimento do pedido.

O que mais deixa o cliente desconfortável em compra online

Como funciona e quais as opções de frete no e-commerce

Após receber um pedido e preparar para envio, é necessário que contrate os serviços dos Correios, transportadoras ou empresas especializadas em e-commerce.

É possível também solicitar que a empresa contrata retire o pedido em sua loja e levar até o cliente, o que facilita muito a sua gestão e a aumenta a satisfação do cliente.

No Shopim, todas as lojas já estão integradas para calcular o frete automaticamente com os Correios, via PAC ou Sedex, basta preencher as informações de medidas e pesos dos produtos em sua loja.

Algumas estratégias relacionadas ao frete também influenciam bastante a decisão de compra dos usuários, como frete grátis, retirada em loja física e opções mais viáveis ou rápidas. Confira os fatores que mais motivam os usuários na compra online.

Fatores que motivam a compra online

Quais os serviços dos Correios

1. Validação de endereço: os Correios permitem validar os endereços de entregas, conforme busca de CEPs na base de dados oficial e permite gerar etiquetas para endereçar de forma padronizada os pacotes.

2. Coleta domiciliar: é possível solicitar a coleta do pacote em sua loja ou solicitar a coleta programada, para agendar a retirada.

3. Postagem: os Correios oferecem o PAC, que é o método convencional e mais barato, porém mais lento, e também o SEDEX, em que a entrega pode ser realizada de forma bem mais rápida.

4. Rastreamento: após a postagem é possível acompanhar o status de entrega do pedido, através de um código único que poderá fornecer ao seu cliente.

5. Logística reversa: em caso de desistência ou troca de produtos, os Correios oferecem o serviço de logística reversa, onde o pacote é retirado no local de entrega do seu cliente e levado de volta até sua loja, sem nenhum custo para o cliente.

Agora que já sabe mais sobre o frete no e-commerce, não perca mais tempo e atente-se a esta importante forma de fidelizar o seu cliente e aumentar a confiança em sua loja.

Links úteis

Endereçador dos Correios (gerar etiquetas):
http://www2.correios.com.br/enderecador/

Cálculo de preços e prazos de entrega:
http://www2.correios.com.br/sistemas/precosPrazos/

Rastreamento de objetos:
http://www2.correios.com.br/sistemas/rastreamento/resultado.cfm

Fontes / Referências
E-commerce Brasil
https://www.ecommercebrasil.com.br/

Correios
http://www2.correios.com.br/hotsites/ecommerce//

Sobre o autor

Posts relacionados

Em dois dias de ofertas, a Black Friday 2017 gerou faturamento de R$ 2,1 bilhões para o e-commerce...

Já não é novidade o quanto é importante estar presente no comércio eletrônico, ainda mais...

A Febraban (Federação Brasileira dos Bancos) revelou que até o final de 2017 todos os boletos serão...

Escrever comentário